Comunicação: O que é e como fazer / melhorar a da sua empresa

Nos últimos tempos muito tenho ouvido falar sobre marketing e estratégias de comunicação. No entanto, em algumas empresas, ainda existe alguma incerteza sobre o que é e como se elabora.

 

Isto muito se deve ao facto de alguns profissionais acabarem por confundir planeamento estratégico empresarial com estratégia de comunicação. O que é um erro!

 

No entanto não se preocupe. Ao longo deste artigo vou explicar tudo.

 

Antes de mais, é importante compreender que o primeiro conceito é referente à metodologia utilizada para ajudar os empresários a planearam o que fazer com os seus negócios e como fazê-los crescer.

Já o segundo é uma consequência dos objetivos do planeamento estratégico da empresa.

Isto quer dizer que, um dos seus focos, em qualquer empresa, deve ser avaliar qual é a melhor estratégia de comunicação para divulgar os seus produtos ou serviços, por exemplo.

 

Este é o passo que se segue após a definição do público e do conhecimento sobre os canais de comunicação nos quais ele encontra.

 

Ficou mais clara a relação entre os dois conceitos?

 

Então, podemos seguir.

 

Neste artigo, vou explicar o que é estratégia de comunicação, qual sua importância e como elaborar a sua.

 

No final irei compartilhar um exemplo de aplicação para que fique mais fácil entender.

Estratégia de comunicação: O que é?

 

Estratégia de comunicação é o plano através do qual uma empresa, os seus produtos ou serviços são divulgados para o público externo (clientes) ou interno (funcionários). Por outras palavras, é toda e qualquer comunicação produzida pela própria empresa e de acordo com seu planeamento estratégico empresarial.

 

Elaborar uma estratégia significa seguir um método para realizar a comunicação empresarial e divulgá-la para o público, seja ele formado pelos próprios colaboradores ou por clientes e outros grupos de interesse (todas as partes direta ou indiretamente interessadas no negócio).

 

Este é um trabalho importante para que as empresas consigam transmitir as suas mensagens com eficiência.

 

Sem uma estratégia corre-se o risco de não ser preciso nem eficaz na comunicação, o que abre margem para vários tipos de prejuízos.

 

Estratégia de comunicação: A importância!

 

Antes de abordar o tema da importância da estratégia de comunicação, separemos cada uma dessas palavras para entender melhor do que se tratam.

 

Estratégia é o caminho a ser percorrido e sobre o que deve ser feito. Comunicação é a transmissão de uma mensagem de um emissor para um recetor.

 

No âmbito empresarial, a junção das duas palavras e dos significados transformam-se no que chamamos de estratégia de comunicação empresarial.

 

É um plano que auxilia uma empresa a relacionar-se com os seus públicos de interesse e divulgar o que tem para oferecer. Ou seja, fortalecer o vínculo com os clientes ou colaboradores.

 

Só para ter noção da importância da estratégia de comunicação para uma marca, existem estudos que referem que 45% da imagem de uma empresa pode ser atribuída ao que ela diz e como diz.

 

O que já é um valor considerável, certo?

 

Com a ajuda da estratégia de comunicação a sua empresa pode aumentar a compreensão e fazer com que o público entenda melhor o que ela oferece.

 

Esta é a atitude mais favorável quando nos lembramos que, a cada dia que passa, a concorrência aumenta e os consumidores ficam cada vez mais exigentes.

 

Ainda não ficou claro quais os benefícios de saber como elaborar uma estratégia de comunicação nas empresas?

 

Vou dar mais algumas razões para isso.

 

Quando uma empresa consegue ser convincente e está atenta às necessidades do público-alvo, a estratégia de comunicação ajuda a melhorar a imagem do negócio, além de impulsionar o seu crescimento e de investir na diferenciação da concorrência.

 

Quando nada disto acontece pode-se dizer que é o mesmo que estar a perder tempo e dinheiro.

E não é isso o que se pretende, correto?

 

Então vamos lá aprender a elaborar uma estratégia de comunicação empresarial e elevar seu negócio a um novo patamar.

Como elaborar uma estratégia de comunicação?

 

Ao chegar aqui, posso imaginar que esteja com muita vontade de saber como elaborar uma estratégia de comunicação. Estou certo?

 

Pois bem, para facilitar, vou falar um passo a passo para que seja o menos complicado possível e assim poder construir a sua da forma mais eficiente.

 

1. Defina o objetivo

 

Em geral, um estratégia de comunicação pode ter duas finalidades distintas: reforçar uma mensagem institucional ou promover o lançamento de um produto ou serviço.

 

Para facilitar essa definição, uma boa dica é pensar sobre como o público vê a empresa e como gostaria que visse ou o que quer melhorar.

 

2. Defina também a persona a ser abordada

 

A melhor forma de tornar a estratégia de comunicação das empresas mais assertiva é saber ao certo para quem vai estar a comunicar.

 

No marketing digital, chegamos a essa definição com a elaboração da persona de cada negócio. Isto é, a representação fictícia do cliente ideal que ela viria a ter.

 

A partir do momento em que se descobre quem é a pessoa que faz parte do seu público-alvo, onde mora, qual a sua idade, entre outras características e preferências, fica muito mais fácil desenvolver uma estratégia de comunicação relevante.

 

Ao conhecer melhor a persona, é possível falar a sua linguagem e adaptar totalmente a sua mensagem.

 

3. Defina os canais de comunicação a serem usados

 

Quais são as média nos quais pretende investir e como pretende trabalhar em cada um deles?

 

Todas estas questões devem ser analisadas para o passo que virá a seguir: o orçamento. Afinal, alguns canais custam menos do que outros.

 

Definir os canais de comunicação é importante em termos estratégicos, mas pensar nas ações a serem realizadas é mais ainda.

 

Após escolher os veículos de comunicação em que se quer focar, considere também trabalhar com o marketing-mix , relações públicas ou merchandising, por exemplo.

 

Dica extra: a vantagem de incluir ações de marketing digital, como inbound marketing ou marketing de conteúdo, é que, além de eficientes, são muito mais fáceis para avaliar resultados.

 

4. Verifique o seu orçamento para comunicação

 

Compreendo que falar sobre orçamentos é delicado, visto que o dinheiro numa empresa está sempre em falta, por mais que possa existir uma folga. Sei bem como é.

 

Mas calcular o quanto sua marca pode investir para que a estratégia de comunicação seja desenvolvida é o próximo passo. Lembre-se de incluir no cálculo não só custos de produção e administrativos, mas também os de suporte para a inserção dos anúncios.

 

Considere, inclusive, se pretende ou não contratar uma agência ou consultoria especializada em estratégia de comunicação e marketing.

 

5. Seja coerente

 

É claro que, como profissionais ou empresários, queremos sempre o melhor para o nosso negócio. Mas nem sempre o que é melhor é o mais caro ou o mais bonito visualmente.

 

Tenha em mente que ser coerente é considerar a sua persona, o seu objetivo de negócio e todo o contexto no qual a sua empresa e o público se inserem.

 

Fuja dos “achismos”.

 

6. Elabore uma estratégia criativa e um plano para os média

 

Depois que tudo está definido é chegada a altura de tirar as ideias do papel e transformar a estratégia de comunicação em realidade.

 

Para fazer isso, use de todo o seu potencial criativo para tornar a sua mensagem atraente, objetiva e, ao mesmo tempo, adequada ao público-alvo e em cumprir o seu objetivo.

 

Para conseguir resultados ainda melhores, não deixe de investir também num plano para os média. Assim é mais fácil organizar as plataformas de veiculação da campanha a ser criada.

 

Contratou uma agência ou consultoria de marketing digital? Então, não se preocupe com a parte prática. Eles farão por si. Mas não deixe de acompanhar de perto e dar o apoio necessário.

 

7. Avalie e acompanhe os resultados obtidos

 

William Edwards Deming, um famoso consultor e professor americano, tem uma célebre frase que se encaixa muito bem aqui.

Diz ele:

Não se gerência o que não se mede, não se mede o que não se define, não se define o que não se entende e não há sucesso no que não se gerência”.

 

A melhor forma de se perceber se a estratégia de comunicação criada está a gerar repercussão positiva ou negativa é avaliando e monitorizando o seu retorno.

 

Com as informações na mão já tem bases suficientes para tomar decisões e promover os ajustes necessários para que as suas ações e os resultados sejam alcançados.

Os 4 principais canais de comunicação

 

Para facilitar a escolha dos canais de comunicação a serem inseridos na estratégia de comunicação, vou falar sobre os principais.

 

Antes de seguir, verifique qual destas opções melhor se enquadra no seu objetivo e público-alvo:

 

1. Redes sociais

 

Não são apenas as pessoas, mas também entre empresas é cada vez maior o número daquelas que usam as redes sociais para iniciar relacionamento com potenciais clientes e se aproximar de parceiros no mercado.

 

Mas como o número de redes é elevado foque-naquelas que são mais utilizadas pelo seu público. Escolha duas para atuar com maior dedicação e seguir o seu calendário definido.

 

Os posts devem ser relevantes para clientes e possíveis consumidores.

Se quiser alavancar resultados, considere realizar uma campanha de anúncios na estratégia de comunicação, como no Facebook Ads.

 

2. E-mail marketing

 

Embora muito se diga por aí que o e-mail marketing está a perder força eu acredito no contrário, até porque todos temos um e-mail.

 

Assim, continua a ser um poderoso canal de comunicação para empresas que têm o objetivo de se aproximar dos clientes.

 

E-mails são ótimos para enviar promoções, ofertas imperdíveis e até mesmo mensagens personalizadas de aniversário, entre outras datas importantes.

 

 

3. Média indoor

 

Diferente de média outdoor, a média indoor é aquela que é veiculada em espaços fechados e movimentados, como centros comerciais e estações do metro.

 

A vantagem é que torna a segmentação de público muito mais cómoda. Alguns exemplos de aplicações são em painéis e TV’s de LED, onde são veiculados banners ou vídeos de acordo com a estratégia de comunicação.

 

4. SMS marketing

 

É necessário relembrar-lhe da presença massiva do telemóvel / smartphone nas nossas vidas?

 

Estamos cada vez mais conectados e é para ele que olhamos ao acordar, várias vezes durante o dia e antes de adormecermos.

 

Então, a estratégia de SMS marketing é uma ideia certeira para conseguir informar e ao mesmo tempo aumentar o engagement e relacionar-se com o público-alvo.

 

Outro bom motivo para considerar a ideia de trabalhar com este canal de comunicação é que o investimento é baixo e o retorno positivo. Afinal, a maioria das mensagens é aberta e lida pelos usuários.

 

 

Exemplo de uma estratégia de comunicação

 

Para que fique mais fácil de assimilar tudo o que vimos até aqui, quero compartilhar consigo um exemplo de estratégia de comunicação.

 

É sobre um produto criado pela gigante 3M: o Security Glass.

Nada mais era do que um novo vidro altamente resistente e seguro, atributos que são fortemente trabalhados pela marca em todas as comunicações.

 

Para divulgar o lançamento, a empresa pensou numa estratégia de comunicação diferente para cumprir o objetivo de ganhar credibilidade.

 

A ideia andou em torno da campanha “Parta o vidro e ganhe o dinheiro”.

 

Então, foi proposto o seguinte: colocar em numa paragem de autocarros uma caixa de vidro com dinheiro no interior e convidar o público a partir o vidro e ficar com o dinheiro.

 

Foram convidados vários jornalistas para estarem no local e para registarem a reação das pessoas.

 

Acontece que se divertiram ao perceber que ninguém conseguiu partir o vidro e muito menos levar o dinheiro que estava lá dentro.

 

Uma estratégia de comunicação “económica” e que deu muito que falar. Gerou repercussão positiva, divulgou o produto e refletiu os atributos de resistência e segurança relacionados à empresa.

 

Um belo case study para se inspirar!

 

Conclusão

 

Como viu neste artigo, uma boa estratégia de comunicação é aquela que pode transformar objetivos em ações concretas e eficazes.

 

Trocando por miúdos, necessita entregar a mensagem que a sua empresa deseja passar e chegar até às pessoas certas sem perder a relevância.

 

Pois bem, só para recapitular: a estratégia de comunicação deve partir do planeamento estratégico empresarial, conter um objetivo, persona, canais, orçamento, criatividade e monitoramento!

 

Então, está longe de se basear em “achismos”.

 

O lado bom de tudo é que, assim como a maioria das ações de marketing digital, a estratégia de comunicação pode ser ajustada e aperfeiçoada cada vez mais.

 

Basta se dedicar-se e monitoriza-la e a entender em profundidade os detalhes de sua repercussão.

 

Junte-se à força!

Assine a Newsletter!